O Turismo Cervejeiro, segmento importante para o setor

Conhecer marcas locais está se tornando um hábito para quem viaja. Valorização dos sabores regionais e experiências diferentes são alguns pontos que tornam as artesanais atrativas.

Carlo Lapolli, presidente da Abracerva, comenta sobre a importância do setor cervejeiro estar próximo ao trade turístico. Crédito: Letícia Garcia

Quando um viajante escolhe o seu próximo destino, o potencial turístico é sempre um dos principais quesitos da decisão. Além dos museus, espaços históricos e gastronomia típica, um outro segmento tem chamado a atenção dos visitantes: o cervejeiro. Assim como provar ingredientes regionais, conhecer os rótulos produzidos no local está se tornando cada vez mais importante na experiência de um turista.

Para Carlo Lapolli, presidente da Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva), o boom deste mercado tem colaborado para o desenvolvimento do turismo em diversas regiões do país. “Estamos vivendo uma época em que as pessoas buscam por vivências diferentes. E explorar os sabores locais é uma delas. A cerveja artesanal entra neste quesito: ela nunca é igual. Cada marca traz características específicas e, em cada gole, um pouco de história”, afirma.

Lapolli lista três motivos pelos quais o setor cervejeiro deve estar próximo ao trade turístico:

Conhecer o que se bebe
A maioria das fábricas abrem suas portas para visitações. No tour, é possível ver de perto como funciona a elaboração de um rótulo, a estrutura que necessita para a produção, além de curiosidades sobre o processo de fabricação. Outro diferencial é que o visitante pode degustar as cervejas direto da fonte: é bastante comum que a marca tenha um bar integrado no local, que ofereça as bebidas produzidas no espaço.

Experiências gastronômicas
Assim como provar um prato com ingredientes típicos da região, degustar uma cerveja feita no local é uma forma de vivenciar a cidade. Muitas marcas buscam ressaltar a história, os sabores e até mesmo a cultura de onde estão inseridas, utilizando matérias-primas locais para a fabricação de seus rótulos. Além disso, é possível unir os dois universos para tornar a experiência mais completa.

Programação cervejeira
Com o surgimento de marcas artesanais, eventos e outras agendas que destaquem o setor estão se tornando comuns em todos os cantos do país. Essas programações cervejeiras ajudam a impulsionar o turismo, sendo mais um atrativo para o visitante, movimentando a economia local.

Lapolli ainda ressalta a importância das cervejarias integrarem ao movimento turístico de onde estão inseridas. “Nas cidades que já costumam atrair visitantes, colocar a cerveja no contexto dessas experiências é uma oportunidade interessante. O público que vai para o Norte, por exemplo, pode conhecer várias bebidas e itens gastronômicos da região e também a cerveja local”, acrescenta.

Na Abracerva, o conceito de marcas locais e independentes é fortalecido. “Entendemos que a cerveja artesanal está ganhando notoriedade e um dos nossos incentivos é de que, quando o turista viaje, ele consiga incluir uma cervejaria no seu roteiro. Para isso, contamos com marcas que busquem criar experiências para os visitantes”, finaliza.

Sobre a Abracerva
A Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva) foi fundada em outubro de 2013 para reunir e defender os interesses das cervejarias e da cadeia envolvida com o setor no país. Desde então, iniciou a articulação para a entrada das microcervejarias no Simples e prevê mais ações nos próximos meses.

Carol Sperb

Noticias Relacionadas

Comentários

Comentários

Américo Rabelo
Publicitário e criador do Portal Love Beers

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Style switcher RESET
Body styles
Color scheme

Pin It on Pinterest